• Meu perfil

    angelanatel

    angelanatel

    Escritora, professora, tradutora, linguista e teóloga, há vinte anos envolvida no trabalho voluntário de produção de material e ensino tanto no Brasil quanto em Moçambique. Licenciada em Letras - Português-Inglês pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC/PR. Bacharel em Teologia pela Faculdade Fidelis, Curitiba/PR. Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC/PR. Associada à ABIB – Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica e participante da AHDig – Associação das Humanidades Digitais. Promove debates em blogs e reuniões informais além de ministrar aulas particulares de português, hebraico e inglês, cursos livres nas áreas de linguística, tradução, teologia e missiologia, e efetuar correções de textos em português. Mantém-se escrevendo, tanto em verso quanto em prosa, ligada ao teatro e à pintura, com o desejo de prosseguir em suas pesquisas (doutorado e aulas nas áreas de educação, teologia e letras) e trabalhos interculturais. Produção disponível em https://independent.academia.edu/AngelaNatel Banco do Brasil Agência 2823-1 C/C: 40006-8 Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7903250329441047 Editoria Online do Jornal: Direitos Humanos em Foco https://paper.li/f-1406058022 Outras redes: Twitter: @AngelNN http://www.pinterest.com/angelanatel/ http://www.skoob.com.br/usuario/902792 https://www.youtube.com/user/angelanatel http://vimeo.com/angelanatel007 http://www.linkedin.com/pub/angela-natel/65/296/58 http://www.babelcube.com/user/angela-natel Endereço para correspondência: Núcleo Rural Boa Esperança 2, Chácara 4 - Granja do Torto - Brasília - DF cep 70636-901 Banco do Brasil Agência 2823-1 C/C: 40006-8

    Visualizar Perfil Completo →

  • Follow Angela Natel on WordPress.com
  • Anúncios

À mesa

À mesa estão os hipócritas
Traidores, delatores, hostis
À mesa estão os corruptos
E os mentirosos vis.
 
À mesa está a prostituta
O gay, a lésbica, o trans
À mesa está o de vida dúbia
E o de palavras vãs.
 
À mesa está o traficante
O pedófilo e o violento
À mesa está o estuprador
E também o avarento.
 
À mesa senta a consumista
O plagiador, o tatuado
À mesa está o etnocentrista
E o que rouba calado.
 
À mesa senta o homicida
O torturador e o que manipula
À mesa senta o infanticida
E o que falsamente jura.
Sim, estão todos à mesa
E muitos outros além destes
Jesus os recebe, com certeza
Dando a todos de suas vestes.
 
Angela Natel – 04/06/2013
Anúncios

Faça!

Estenda suas mãos

Dê-me um sorriso

Me faça esquecer

De que é comigo.

 

Eu quero crer

E ser otimista

Fazer tudo a tempo

Não ser mera isca.

 

Então vem, meu amor

Matar minha sede

Vem ler o meu livro

Sondar minha mente.

 

Ouça meu grito

Sou puro suor

Sou laço enredado

Que sabe de cor.

 

Não julgo esse dia

Um caso perdido

Aprendo a viver

Por quem tenho crido.

 

Então, vem, doce amor

Deixe-me te amar

Completa o teu ciclo

E faz-me calar.

 

Angela Natel – 03/06/2013

Redenção

Pessoas livres a serviço umas das outras

Um Deus que é glorificado ao encarnar-se

Cansados de permanecer ‘do contra’

Exaustos de tanto lamentar-se.

 

A mesa é um lugar de completa inclusão

Todos têm acesso ao eterno e ao novo

Cristo, o modelo do pleno perdão

Alimentou, curou e libertou o povo.

 

O impuro agora recebe o espaço

Para refletir a imagem de Deus

O ladrão caminha seguro ao meu lado

Assim como caminham os meus.

 

Nada pode destruir a verdade:

À imagem de Deus fomos criados

Vivemos por Sua infinita bondade

Por Ele estamos sendo moldados.

 

Angela Natel – 03/06/2013

Ruptura

Vidro partido
Beijo estalado
sangue vertido
pão amassado
 
mártir queimado
espelho vazio
gato escaldado
deitado no frio.
 
Eu quero morrer
Sonhar sem parar
Prá sempre esquecer
Meus órgãos doar.
 
Guerra que soa
Olhar que reprova
Águia que voa
Dinheiro não sobra.
 
Sono que vem
Angústia que vai
Escrevo o que sei
E o que vejo em meu Pai.
 
Angela Natel – 03/06/2013

Montanha

Mistério que se vê em todo lugar
mão que afaga, mente a vagar
subindo a montanha em pleno verão
suor escorrendo, meus passos no chão.
 
Rompendo as amarras de quem me oprime
sorrio sem medo, não é mais crime
incentivo que veio sem eu esperar
surpresa chegou, vou continuar.
 
Procuro alguém que me represente
causa confusa, finanças ausente
cansada desdobro meus argumentos
fardo pesado, tristes momentos.
 
Não quero acertar somente nas coisas
quero viver, relacionar com as pessoas
não quero errar com quem me rodeia
e quero ajudar quem me odeia.
 
Desço a montanha com a chuva caindo
mãos calejadas, luz refletindo
carrego mil gotas de alegria
porque em Deus encontrei a Sabedoria.
 
Angela Natel – 28/05/2013

Loss by gain

I can learn anything.

Just, please, be patience.

I’m not a child.

I’m just a little wild.

There’s a lot o words in this world

but there isn’t a quiet place to live.

I’ve lost all the dreams I had

but I always can dream again.

I’m not pretending, listen to me:

The most I lose the better I live.

 

Angela Natel – 08/05/2013

Fome

Tenho fome de viver

sou mestre, professora,

tenho fome de aprender

quero conhecer agora.

 

Tenho olhos de cumplicidade

para com meus professores

busco somente a verdade

ainda que me cause dores.

 

Tenho fome de sonhar,

de conquistar, de correr,

não são mais saudades a me guiar

são realizações no viver.

 

Fome da verdade e de crescer

sento à mesa com meus irmãos

nos alimentamos todos da fonte do saber

e, saciados, estendemos as mãos.

 

Angela Natel – 19/03/2013

%d blogueiros gostam disto: